Bariloche

sábado, 19 de julho de 2008

Mudando um pouco o foco, e em homenagem ao calorzinho que faz por aqui, resolvi escrever sobre a nossa viagem a Bariloche, no verão. Porque esse certamente é um dos lugares mais bonitos que eu já conheci. Espremida no meio de um monte de trabalho ela acabou não postada, assim me deixo uma recordação desse lugar de paisagens lindas e ótimos restaurantes.

O caminho é cansativo, são muitos quilômetros de deserto, mas a chegada já é impressionante. Toda a vizinhança é cheia de lagos gigantes de águas super clarinhas (com 20 m de profundidade você ainda consegue contar as pedrinhas no fundo) , a vegetação é linda e de fundo ficam os picos de neve eterna, contrastando com o calor de 25 graus que a gente pegou por lá. É enlouquecedor, mas as fotos descrevem melhor...




































Vista do nosso chalé

Além dos passeios e dos pontos turísticos clássicos (os teleféricos que matam o Alê do coração, as mil e uma confeitarias, incluindo a giratória, rafting nos lagos, caminhadas e passeios no centro cívico e na Pequena Suíca), não dá pra perder o super fondue de queijo do La Bonita - que vai muito além de molhar o pão no queijinho derretido. Não sei se é o único restaurante da região que faz assim ou se é costume por lá, mas o fato é que eles aprimoraram o negócio e misturaram o foundue com a picada (prato típico da Argenina, uma espécie de tábua de queijos, frios, defumados, salsichas, linguiças, pães, pastas e picles – ou seja, comida pequena pra comer de palitinho enquanto se toma cerveja ou vinho). Dá pra ficar horas ali molhando os picles no queijo e tomando vinho. E como ainda era horário de verão, depois de um dia inteiro passeando, do foundue e do vinho, ainda dava pra ver o sol se pôr no lago, por volta das 23h...




































Ah, Bariloche tem algumas outras comidas obrigatórias: o cordeiro patagônico, a truta e os defumados. E se sobrar espaço pra sobremesa ainda tem várias dessas casinhas que fabricam chocolate... Um lugar pra voltar, sempre!

Um comentário:

Helena disse...

Obaaaaa!O blog tá movimentaaaaado :)
em Mar Azul, perto de Vixa Gesell também comemos o fondue cheio dos guéri-guéri.
saudades!